Louvor e lamento

Há 22 anos que o Sporting e o Benfica não se encontravam para o campeonato nacional de voleibol. Só por si já era um facto de realçar por se recuperar, neste caso no Sporting, uma modalidade com adeptos e história em Portugal.

Todavia, o facto de realce nesta partida envolveu o médico sportinguista, Miguel Costa, e o jogador do Benfica, Ary Neto. Lesionado com gravidade Ary recebeu pronta assistência pelo profissional de saúde. Acto de louvor que merece destaque e de lamento por se desconfiar que o atleta poderá ficar afastado das quadras durante um largo período de tempo.

De louvor é igualmente o agradecimento tornado público pelo Benfica ao comportamento do médico, e a resposta do Sporting que desejava as melhoras de Ary alegando que em primeiro lugar estava a saúde do voleibolista e não a rivalidade entre as partes.

Gestos prontos, louváveis só que lamentavelmente pouco usuais na voracidade das agressões verbais, e tantas vezes físicas, no desporto português, e entre os dois monumentais clubes de Lisboa.

Miguel Costa “apenas” desempenhou um dever de assistência previsto no código deontológico médico que ultrapassa qualquer querela clubistica fanática. O reconhecimento do Benfica ao auxílio prestado consta nos ancestrais hábitos de boa educação.

A que ponto chegamos no desporto português que estas atitudes de senso comum se tornaram exemplo à espera de réplica entre quem dirige os destinos destes clubes.

Obrigado pelo comportamento civilizado.

1 comentários em “Louvor e lamento

Excelente reflexão. Acho que estamos a perder grande parte da nossa essência, voltamos aos tempos tribais, onde a guerra entre pequenos grupos era comum mas por razões de sobrevivência. Hoje, numa sociedade mergulhada num processo competitivo inigualável, a submissão do outro, o achincalhamento e a perversidade, são práticas comuns e louvadas.
Pobre sociedade que vê no outro apenas um rival, um inimigo a abater, um opositor sanguinário, a essência do ser humano é bem maior do que essa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *