À vontade do freguês! 

Como já sabem, venho para Porto Santo há já muitos anos. E como eu, muitas outras pessoas. E é muito engraçado, encontrarmo-nos aqui todos os anos. 

Uns do norte do país, outros do sul, outros do centro e de vários outros pontos do nosso país. E todos os anos cá nos encontramos! 

Em conversas banais, demos por nós a falar de uma algo que após tantos anos de férias no mesmo sítio, deixa muitos a pensar, e que provavelmente tantos de vocês também ponderam. 

Qual a preferência: férias em hotel, ou férias em casa alugada? 

Como em tudo na vida, cada opção tem as suas vantagens e respetivas desvantagens! 

Vários dos nossos amigos que para aqui vêm, também há já alguns anos, já estiveram em ambas as situações. Hotel e casa alugada. O que não falta nesta ilha, são casas para alugar. 

E aqui se levanta a questão. 

É que há muitos que não abdicam da comodidade do hotel. Comodidade, no sentido de não ter nada para fazer e estar literalmente de férias. Sem tratar da casa, sem tratar da roupa, sem fazer comer, sem pensar em refeições e ter tudo à distância de um “basta cheio”. 

Outros, porém… preferem ter esse trabalho de fazer (quase) tudo como em casa, porque defendem que férias é poder ter os horários que lhes der na cabeça, sem estar preso a um pequeno almoço das 8h às 10h ou um buffet com hora marcada, ou um jantar que tem de ser cedo para não esgotar, sem correr para a mesa que todos preferem.

Estar em filas à espera de mesa, para comer comida de restaurante todos os dias, em vez da comidinha de casa a que estamos habituados não é para o estômago de qualquer um. 

No hotel não tem de se arrumar o quarto. Vem alguém fazê-lo. Não há cozinha para arrumar nem louça para lavar. Alguém faz depois. Mas numa casinha, a liberdade é total. Faz-se a cama à hora que se quer, se é que se quer. A loiça pode esperar. As refeições são à hora que o estômago reclama e não quando o horário de buffet impõe! 

Depois há ainda os valores. Pois… os valores. Os hotéis são caros. Tudo incluído mais ainda. Mas não há preocupações e tudo está à disposição. Isso tem um preço, pois claro. 

Uma casa alugada é efetivamente (muito) mais barato. Mas há o trabalho inerente que já aqui adiante. É a contingência dessa opção. 

Não há nada que seja perfeito e, como tudo na vida, há que fazer escolhas. 

Será que vale a pena pagar um valor exorbitante para não ter de se fazer comida ou arrumar a casa? 

Será que vale a pena, nas férias, estar a ter trabalho numa casa quando se pode estar de férias sem qualquer preocupação num hotel? 

Deixo aqui no ar o “debate” e espero o vosso feedback

6 comentários em “À vontade do freguês! 

Todas as duas opções são boas,Porto santo vale a pena passar férias, conheço de passagem, no Funchal já trabalhei, adoro Essa ilha

Já respondi, mas posso dizer mais uma vez! Gosto de casa alugada, onde não tenho horas para nada. De preferência, na casa aconchegante, duma família do coração , em que ao fim de 20 anos, venho ficando. Só quem não aprecia, NATUREZA, NÃO GOSTA DE PORTO SANTO!
Um beijinho a todos os portosantenses, e para Jorge Gabriel e família !

Casa sem dúvida alguma, principalmente em Porto Santo, e de preferência no Lugar a Ponta. É a sensação de estar de férias sem nunca sair de casa com família e amigos à volta.

Porto Santo sem dúvida alugar uma casa, de preferência com vista mar e um jardim para os jantares e as noitadas à luz das estrelas. Tão bom! Sou de Lisboa e casei com um Funchalense e por isso fazemos férias de verão na ilha dourada, somos muitos, irmãos, cunhadas, sobrinhos, sogra, todos na mesma casa, é muito mais familiar do que um Hotel por mais tentador que nos pareça as condições das ofertas do all inclusive, as piscinas fazem-nos falta. Mas tudo é melhor quando o silêncio da manhã apenas é interrompido com as palhaçadas dos sobrinhos ou as gargalhadas das cunhadas. Sim há algum trabalho extra à nossa espera, mas é tudo uma questão de organização e logística, dividir tarefas foi sempre a nossa escolha e nunca mas nunca nos chateamos! Afinal estamos de férias e nada melhor que a família. Existem já boas opções de casas para alugar na ilha.

A minha preferencia, acabada de chegar do Porto Santo, é casa própria, podemos fazer tudo à hora que queremos, mesmo que isso implique fazer alguns trabalhinhos em casa… a praia, os passeios, a ida a esplanadas e restaurantes,;o convivio com os amigos, contrabalançam esses trabalhinhos…

Eu tenho a minha casa! Adoro-a! Faço tudo, sozinha, com tanto
Gosto!!! Mudo de ares, de rotina, delicio-me com este paraíso , fazemos patuscadas fantásticas com os AMIGOS!!! No hotel, tudo seria impossível ! Venham todos! Têm de conhecer e de experimentar este lugar ÚNICO !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *