Cheguei ao meu paraíso

Tal como vos disse, adoro o que faço, adoro o meu trabalho, mas de vez em quando sabe bem e faz falta, descansar. 

E não há melhor descanso, que na ilha dourada, no Porto Santo.

 

Paz, calma, segurança, tranquilidade, bom tempo, vida sossegada…tudo o que precisamos para recarregar baterias! 

 

Todos os anos, quando chego, algumas rotinas, repetem-se sempre. Uma delas, é ir ao campo de golfe, pousar o meu saco e visitar os amigos. Assim fiz. Mas desta vez, levei uma companhia nova: o bebé lá de casa! 

 

Foi a “estreia” do Pedro num campo de golfe. O primeiro contacto com a relva, com uma bola, com aquele ar maravilhoso que ali se respira. 

Há outros campos bonitos. Sim, há. Muitos. Mas este é especial. Não só pela beleza,  também é considerado um dos melhores da Europa mas também porque tenho aqui uma ligação especial. Foi aqui que comecei a jogar golfe.

Assim o Pedro vai já conhecendo algumas coisas deste desporto que me apaixona. 

 

Se me perguntares se vou obrigá-lo a andar no golfe… não, não irei. Não sou apologista de impor aos filhos as actividades que nós, pais, queremos. Mas que gostava, lá isso gostava! Vou tentar, pelo menos. Se ele “golfar”… fico feliz. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *