É verde, o coração 

Todos vocês sabem que sou do Sporting Clube de Portugal!  Nunca escondi, não escondo e não esconderei! 

Adoro futebol, adoro o meu clube e sofro com ele e por ele. Mas já fui mais “doente”. Talvez a idade, ou a experiência, me fizeram acalmar. Quero que ganhe, sempre, mas já não sofro (sofrer, mesmo) como sofria. 

Lá em casa somos todos do SCP. Mas parece que os genes, esses genes de sofrer fervorosamente, passaram para a minha filha Madalena! 

Não imaginam… 

Desde há sensivelmente dois anos, a miúda sofre desalmadamente pelo nosso Sporting. 

E quando vos digo sofre, é sofre mesmo! Chora. E chora sempre. Se o Sporting sofre um golo sofrer de tristeza, e se o Sporting marca um golo, chora de emoção. 

Em jogos mais importantes ou decisivos, que correram menos bem à nossa equipa, chegou a fechar-se no quarto… a debater-se com a desilusão. 

Há uns meses, proporcionou-se conhecer o meu amigo Jorge Jesus. Então não é que ficou de lágrimas nos olhos de emoção…? Uma adepta assim é obra! 

Compreendo, mas bem que digo que é apenas futebol… que a escola é mais importante, que pela vida fora, terá mais provações importantes. Mas não adianta. A resposta é sempre “o meu coração é verde. Não imaginas o orgulho que tenho no nosso clube. Quer ganhe, quer perca”.

Que hei-de fazer? 

E, imaginem… a Madalena está de férias, na praia…e em dias de jogos do nosso Sporting, como hoje, está equipada na praia. Nestes dias, troca o bikini pelo equipamento, sem pestanejar!

Hoje, a família toda, aproveita esta partilha aqui no blog, para desejar sorte ao nosso clube para mais logo, e já agora, para p campeonato que aí vem! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *