Já está aí a época mais desejada por muitos… os saldos! 

A correria às superfícies comerciais já começou e a confusão nas lojas já é bem notória. E não é uma confusão tão grande como nos saldos de inverno porque muita gente, a esta altura, já está fora de férias. 

Os saldos para mim sempre foram um enigma… porque pensem comigo: por um lado, é ótimo poder comprar coisas a preços mais baixos. Por outro, está já tudo escolhido e só há tamanhos gigantes, ou peças até ja com defeito. Ora bolas… 

Com duas adolescentes em casa, imaginem… já não é a primeira vez que um momento desses que supostamente é uma alegria, se transformou numa desilusão. Ou porque o que gostam já não tem tamanho para elas, ou porque já está tudo tão escolhido que… 

Quando isto acontece, elas ficam com aquela sensação aborrecida de amor/ódio. 

Depois ainda há outra questão. Se vamos no início dos saldos, há mais escolha, mais artigos, mas sabemos que à medida que o tempo de saldos vai passando, as coisas vão ficando cada vez mais baratas. Então esperamos. Só que se esperamos, quando chegarmos ao tempo dos valores mais apelativos, aí  é que já está tudo escolhido é tamanhos esgotados. 

Então em que é que ficamos? 

Qual a melhor altura para ir aos saldos? 

Alguém que opine!