Muitas coisa se escreve sobre os portugueses. Muitas reclamações se fazem. Muitas críticas se ouvem… mas a verdade é que, nas horas de grande aperto, não há povo solidário como o nosso. 

Esta onda de ajuda, de solidariedade, de união que temos todos vivido e assistido em torno das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande tem sido incrível de ver. 

As linhas de apoio sempre a tocar e a somar, as contas solidárias sempre a aumentar, as iniciativas de ajuda a aparecer… é de encher o peito de orgulho do nosso país.

É certo que isso não traz de volta nenhuma das 64 pessoas que perderam a vida. Infelizmente, nada podemos fazer por isso. Ninguém pode. Mas poder ajudar as pessoas que ficaram sem casa, sem bens, sem nada… já nos aconchega o coração. 

Para além de tudo isto, e como profissional de televisão, digo-vos que ainda mais orgulho sinto no espectáculo de solidariedade que vai realizar-se no MEO Arena, no próximo dia 27. 

Porquê? 

Porque pela primeira vez na história da televisão em Portugal, os três canais, RTP, SIC e TVI, vão juntar-se e transmitir em direto a festa de ajuda às vítimas desta desgraça. Não poderia estar mais orgulhoso. 

Só desejo que o espetáculo para além de inesquecível, possa efetivamente  ajudar o maior número de pessoas. 

Obrigado a todos os que vão fazer parte dele.