George Michael e o nosso último Natal

2016 continua a dar provas de ser um dos piores anos de sempre, e hoje acordámos todos com a notícia da morte de George Michael.

É no mínimo coincidente, e no máximo quase inacreditável, que o homem que nos cantava Last Christmas todos os Dezembros tenha morrido no dia de Natal dum ano tão violento para a história da música pop.

Lembramo-nos bem dele nos Wham!, a dupla que formou com o Andrew Ridgeley em 1981 e que nos pôs todos a dançar ao som daqueles clássicos: Wake me up before you go, Careless Whisper ou Freedom.

Foi nos anos 80 que conheceu a maior popularidade, mas o George Michael ainda hoje é relevante, até porque foi uma das caras icónicas da luta pelos direitos gay, apesar dos vários escândalos onde se viu envolvido.

O single Last Christmas saiu em 1984 e desde aí que nos entra pela cabeça todos os Natais, quando é trauteado por milhões, seja na versão dos Wham! ou nas várias outras covers que foram feitas.

Para aqueles que não sabem, foi o próprio George Michael que escreveu e produziu a música. Ele foi um dos reis da pop e isso nunca ninguém lhe pode tirar!

Last Christmas, I gave you my heart
But the very next day you gave it away

Todos sabemos esta letra de cor e acho que ficámos todos entristecidos esta notícia. Quer se goste, quer não, por muito que nos últimos anos não tenhamos ouvido falar dele, o George Michael marcou uma década.

Morreu ontem, no dia 25 de Dezembro de 2016, aquele que será sempre o nosso Last Christmas com ele. Boa viagem, George!

 

Leiam também um destes artigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *