Na sexta-feira passada estive no IPO do Porto a fazer um directo, muito bem acompanhado com a iniciativa Dreaming with Survivors, da qual já vos tinha falado aqui.

ipo-porto-dreaming-with-survivors-jorge-gabriel-blog

Sexta, Sábado e Domingo o Congresso foi o centro das atenções para os médicos, enfermeiros, pacientes e famílias, porque o tema discutido é importante: como é que se pode melhorar a qualidade de vida dos sobreviventos de cancro infantil?

Não sei se sabiam, mas hoje em dia a taxa de recuperação para muitos cancros infantis é de 90% ou até mesmo superior.

O acesso à informação, tanto por parte dos pais, como dos médicos, é crucial: o diagnóstico precoce é cada vez mais um factor decisivo na taxa de suvesso do tratamento. Em poucas décadas, o diagóstico precoce aliado aos avanços nas terapêuticas trouxe-nos um novo panorama, e isto são óptimas notícias!

Isto quer dizer que cada vez é mais necessário saber como projectar o futuro das crianças sobreviventes, e foi por isso que o IPO do Porto organizou este evento.

Foram discutidos vários tópicos, todos com um tema em comum: o que fazer durante e depois do cancro para garantir que o estigma e o trauma passam e a criança pode fazer uma vida normal.

Já fiz voluntariado no IPO do Porto e posso dizer-vos em primeira mão o hospital de excelência que é. Fazem um trabalho de dignidade, atenção e sensibilidade extremas. É um hospital onde é impossível ver doentes e pacientes: só vemos pessoas.

E isto, parece-me a mim, é o primeiro passo para que a inicitava Dreaming with Survivors seja um sucesso!

 

Leiam também: