Apesar de não termos ainda nenhuma medalha de ouro ou de prata, eu considero que somos uns campeões! Por todo o esforço que os nossos atletas têm mostrado, acho que eles merecem o nosso aplauso e todo o nosso apoio.

Não podemos apenas dar valor quando se conquistam medalhas, não concordam comigo? Eu vi as últimas provas e posso dizer que cada um dos nossos portugueses deu tudo o que tinha. Estão a representar o nosso país com toda a garra!

O Nelson Évora fez a sua melhor marca do ano e, apesar de não ter conseguido chegar aos primeiros lugares, é um campeão que nos faz saltar a todos! Já se imaginaram a saltar aquela distância? São 17 metros! Nós nem temos bem noção.

O Fernando Pimenta, na final do K1-1000, estava a fazer uma prova espectacular, mas não teve as melhores condições para ganhar. Nestas competições, infelizmente, não conta só o talento do atleta. Tem que existir também alguma sorte e há muitos factores que podem atrapalhar as prestações, como as algas ou as folhas presentes na água.

Mais importante do que qualquer medalha, é nunca desistir. Continuo a dizer que somos um país pequeno em tamanho, mas enorme em talento. Basta olharmos para a quantidade de modalidades em que estamos presentes.

É verdade que nestes Jogos Olímpicos, temos assistido a histórias verdadeiramente inspiradoras, como as de Michael Phelps, Bolt, Wayde Van Niekerk e muitos outros. Mas, para mim, a maior inspiração vem dos portugueses, que são campeões por lutarem até ao fim!

Vamos continuar a apoiar os nossos atletas portugueses, certo? Força campeões!

 

Leiam também:

Fonte da imagem.