Isto de ser pai outra vez é um rodopio de coisas para nos relembrarmos e para voltarmos a aprender. Agora chegou a vez das músicas de embalar!

É que com o Pedro quase a chegar, umas das coisas que eu e a Filipa mais andamos a ouvir é: “Aproveitem estas últimas semanas, que depois durante dois anos não vão saber o que é dormir!”

É claro que isto é um exagero, mas nós pais bem sabemos o cansativo que pode ser ter um bebé em casa. Nem todos têm os sonos trocados, mas os primeiros tempos, pelo menos, costumam ser sempre de habituação. E desengane-se quem acha que são só as mães que sofrem! Nós pais também gostamos e queremos ajudar, e isso também inclui acordar a meio da noite para ir acalmar o petiz.

Por isso, já andamos a ver se nos lembramos das músicas de embalar todas, para ter a certeza que repertório não nos vai faltar quando o Pedro estiver a ter uma noite difícil. Não sei se esta coisa das músicas de embalar também vai passando por modas, e aquelas de que me lembro são aquelas que aprendi em pequenino.

Vocês sabem do que estou a falar, não é? A música dos Patinhos, a do João Pestana e a das estrelinhas são todas músicas clássicas para pormos os petizes a dormir!

E lembro-me tão bem da música do papão!

Vai-te embora ó papão,
de cima desse telhado:
Deixa dormir o menino
um soninho descansado.

Por enquanto só me lembro destas, e já começo a ficar preocupado! É que, bem contadas, não são assim tantas e eu quero ter escolha! Nunca se sabe se não vai haver uma noite em branco e nesse caso vou precisar de todas as armas possíveis.

Na verdade, já estou ansioso por ter o Pedro nos braços e poder adormecê-lo ao meu colo! Não há nada que acalme mais do que ver um bebé a dormir, descansado e feliz. É um sentimento tão bom quando os vemos no berço e sabemos que estão bem e amanhã vamos ter mais um dia para aproveitar!

Nesta saga das músicas de embalar, quero pedir-vos a vossa ajuda! Digam-me quais são as músicas que cantam aos vossos miúdos. Deixem as letras nos comentários!

 

Leiam também: