Parabéns, Sr. Atletismo!

Uma vida dedicada ao que de melhor o atletismo deu a Portugal. Mário Moniz Pereira, o “Sr. Atletismo” celebrou o seu 95º aniversário no passado dia 11 de Fevereiro e eu não podia deixar de lhe fazer aqui a minha respeitosa homenagem!

Este “criador de campeões” ajudou a projectar o nome de Portugal e do Sporting no desporto mundial, com atletas absolutamente fabulosos como Carlos Lopes, Fernando Mamede e os irmãos Castro.

Não há ninguém que não se lembre de estar colado à televisão naquele dia 12 de Agosto de 1984, quando Carlos Lopes venceu a maratona de Los Angeles, a bandeira portuguesa subiu ao pódio e “A Portuguesa” ecoou no estádio! Ainda hoje me arrepio só de lembrar como acompanhámos juntos aquelas 2 horas, 9 minutos e 21 segundos!

39 anos depois de ter começado a treinar, Moniz Pereira, como seleccionador nacional, dava a Portugal a sua primeira Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos, quando muitos acreditavam que era totalmente impossível. E a esse feito ainda juntou 16 campeonatos da Europa ganhos pelo Sporting! Ninguém fez tanto pelos atletas portugueses como Mário Moniz Pereira!

Sempre defendeu que a pista do antigo estádio José Alvalade (baptizada com o seu nome) foi responsável pela criação dos campeões portugueses e até hoje lamenta que o novo estádio seja apenas “um campo de futebol” e que a pista de atletismo tenha sido removida. Faz sempre questão de lembrar que o Sporting era mais conhecido no mundo pelos seus atletas do que pelo futebol. Ele, que é orgulhosamente o sócio nº 2 do Sporting Clube de Portugal!

Mas talvez o mais surpreendente e o que talvez muitas pessoas não saibam, é que Moniz Pereira é também compositor e escreveu mais de 100 temas (entre fados e canções) que foram interpretados por grandes nomes do panorama musical português, como Amália Rodrigues, Carlos do Carmo, Camané, Maria da Fé, Rodrigo, e muitos outros.

O mais famoso é o fado “Valeu a Pena”, interpretado por Maria da Fé:

Mas regressando aos seus feitos no atletismo, hoje como sempre, aplaudo de pé Mário Moniz Pereira e os seus 95 anos repletos de tantos momentos de glória para Portugal.

E recordo aqui mais uma vez o vídeo da vitória de Carlos Lopes e as palavras do Professor:

 

Leiam também:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *